ANPROTEC promove curso em parceria com a FAPEAM

Artigos e Notícias

ANPROTEC promove curso em parceria com a FAPEAM

Publicado dia 23/03/2016

Carlos-Lamberti-consultor-Anprotec

Na última segunda-feira (7), teve início o curso “Planejamento e Gestão de Incubadoras de Empresas”, que está sendo ministrado pelos consultores da Anprotec Evelin Astolpho e Carlos Lamberti. A iniciativa ocorre no âmbito do Programa de Apoio a Incubadoras – Pró-Incubadoras em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), com o objetivo de desenvolver e qualificar o ecossistema inovador do estado. O curso está sendo realizado na Escola do Legislativo da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), na cidade de Manaus (AM), e encerra na próxima quinta-feira (10).

O curso promove discussões sobre a implantação e a gestão de empresas incubadas para dar a base necessária para o lançamento de uma incubadora. Participam da capacitação 30 gestores se incubadoras do Amazonas, que recebem orientação para a elaboração do modelo e plano de negócios da incubadora considerando o contexto da região. Por fim, será apresentada a metodologia CERNE como ferramenta para a gestão e obtenção de melhores resultados para a incubadora e seu entorno.

De acordo com o consultor da Anprotec, Carlos Lamberti, durante os últimos anos, foi notado à necessidade de criar um alicerce para o lançamento de incubadoras na qual a abordagem de planejamento deve ir de encontro com a necessidade de cada região. Segundo ele, isso ajuda na gestão da incubadora na busca da manutenção e duração ao longo do tempo.

Para Lamberti, não adianta lançar uma incubadora de empresas se não souber definir os setores que ela irá atuar mercado. “O que queremos é lançar à base para pessoas que querem implantar uma incubadora, ou gestores que já têm uma, reflitam de como elas foram implantadas”, disse o consultor.

Nas próximas semanas, outras atividades estão previstas, como workshops sobre ecossistema de inovação – nas cidades de Itacoatiara, Parintins, Manacapuru e Presidente Figueiredo -, visitas técnicas às incubadoras contempladas no Pró-incubadoras e cursos dos níveis Cerne 1 e Cerne 2.

Sobre o Pró-Incubadoras

Em novembro de 2014, a Fapeam lançou o segundo edital do programa (Edital 019/2014), destinando R$ 2 milhões para apoiar até 15 propostas em duas modalidades: criação de novas incubadoras de empresas alinhadas ao Modelo CERNE, preferencialmente no interior do Estado; melhoria dos resultados das incubadoras de empresas, preferencialmente de base tecnológica, individuais, que já se encontram em operação.

Nessa edição, a Anprotec comprometeu-se a auxiliar com o modelo de gestão Cerne (Centro de Referência para Apoio a Novos Empreendedores), contribuindo para a qualificação das incubadoras de empresas do Amazonas.

* Com informações da Fapeam
* Foto: Érico Xavier / Agência Fapeam